Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Eu sei que todos sabemos o quanto temos de aguentar

por Cristina Ribeiro, em 10.12.09

 

de tristes artes circenses lá naquele hemiciclo para as bandas de S. Bento. Se tivessem a decência das avestruzes, esconderiam a cara: mas, cúmulo da sem- vergonha, ainda mostram grande prosápia.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:12


8 comentários

Imagem de perfil

De Nuno Castelo-Branco a 10.12.2009 às 21:50

Estão bem uns para os outros.
Imagem de perfil

De Cristina Ribeiro a 10.12.2009 às 22:41

Não tenho dúvidas, Nuno.
Imagem de perfil

De Daniel João Santos a 10.12.2009 às 23:00

Por acaso hoje em pleno Parlamento até falaram de animais.
Imagem de perfil

De Cristina Ribeiro a 10.12.2009 às 23:20

Que muitas vezes mostram muita mais dignidade...
Sem imagem de perfil

De Joana a 11.12.2009 às 12:31

Tudo farinha do mesmo saco! Uma vergonha!
Imagem de perfil

De Cristina Ribeiro a 11.12.2009 às 20:11

E daquela farinha podre, Joana.
Sem imagem de perfil

De carlosbarbosaoli a 12.12.2009 às 17:45

Um insulto aos palhaços, que nos representariam bem melhor na AR do que a maioria daqueles que por lá andam, pagos por nós, para nossa vergonha!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 13.12.2009 às 00:36

É verdade, é verdade!

Uma autêntica corja de irracionais sorridentes, malabaristas do microfone, broncos, intelectualerdas, baixinhos de inteligência duvidosa.

Pois que nos faz falta um Robespierre ... creiam, que não são os cravos que salvam Portugal.

Penso que um processo ao Estado pelos danos que os seus governantes estão a causar à sanidade da colectividade de administrados ou a cada um destes não seria de todo impensável...Quem sabe...um dia acordo mal disposta...

Poltergeist





Comentar post







Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

Links

Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas