Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



E último. Porque, quando olho à minha volta, vejo tanta lama, tanta chantagem descarada, pessoas que se vendem por um prato de lentilhas, que a única coisa que tenho para dizer é que tenho vergonha de viver neste país.

publicado às 12:03

Aquando do primeiro apontamento sobre o Poder Local, o senhor que se segue, trouxe à colação, na caixa de comentários no Novo Rumo, o " slogan ", muito difundido em outdoors espalhados pela cidade « É Bom Viver em Braga » : é bom, sim senhor, para quem vive no centro, rodeado de coisas bonitas feitas num passado, mais ou menos pretérito, ou para quem, como eu ( aos fins- de-semana ) vive perto desse centro; mas se vivesse nos bairros mais periféricos, onde a beleza não assentou arraiais, onde se vive em prédios inóspitos, sem que o verde - essencial à tal " vida boa " abunde, duvido mesmo muito que dissesse o mesmo.

publicado às 23:15

Importa-se de repetir?

por Cristina Ribeiro, em 29.09.09

"porque o CDS sai destas eleições como um partido da extrema-direita parlamentar. Afirmou-se com uma cultura de extrema-direita europeia, algo que até contraria a cultura histórica da direita portuguesa".

Eu bem digo que " estes romanos estão loucos ".

Numa coisa concordo com o líder do partido do outro Portas: a coligação seria suicidária, sim, mas para o CDS.

publicado às 13:16

Isenção?

por Cristina Ribeiro, em 27.09.09

" Es que no lo creyo " e " nuestros hermanos de ' El Pais ' tanpoco ":"  ...até em Espanha o jornal "El Pais" não teve a mínima dúvida em noticiar que Cavaco Silva interferiu nas eleições, prejudicou o PSD e favoreceu o PS ", acrescenta José Maria Martins

 

* A ler no Palavrossavrvs Rex O Silêncio Obstetra de Cavaco

publicado às 15:44

No « A Torto e a Direito », João Pereira Coutinho:

por Cristina Ribeiro, em 12.09.09

" Todos sabemos que o Estado Social está praticamente falido ".

Pois sabemos, e nós os que pagamos impostos estamos apreensivos com o futuro, mas a maioria dos políticos continua a assobiar p'ró ar...

publicado às 23:52

disse António Barreto no dia 10 de Junho, em Santarém. Pois os partidos resolveram fazer desse oportuno discurso letra morta: se, em campanhas eleitorais, o despesismo sempre foi imoral, face às carências que afligem o país, nas quais os nossos impostos seriam muito melhor aplicados, bastando para esclarecer ( ? ) os eleitores a televisão, rádio e jornais, nesta passaram-se todos os limites: em qualquer sítio deparamos com enormes " outdoors " com as promessas da praxe. Contenção? Optou-se pelo discurso de Frei Tomás.

publicado às 20:19

mas que só agora pude ler, referidos no Novo Rumo, e que são mais duas achas para  melhor se ver a fogueira em que se tornou o país.

 

1. Uma leitura que faz um pouco de luz para quem se esforça por saber como é que o estado da actividade política chegou a este buraco escuro em que nos encontramos; se cá fosse como lá, tudo seria muito mais claro, sem as " sem vergonhices " que marcam a nossa actualidade; mas como querer que uma Assembleia que se comportou como comportou, nas barbas de toda a gente, aquando do Inquérito ao Caso BPN,  seja  diferente?

 

 

2.Outra sem vergonhice, de todos conhecida, mas aqui muito bem explanada, com todas as suas implicações, a mostrar à saciedade a índole de alguns que se propõem " representar os portugueses ", naquela casa que cada vez mais contribui para que esta seja uma República das Bananas.

Entregues à bicharada?

publicado às 18:12

" Vazio de Ideias ",

por Cristina Ribeiro, em 22.08.09

diz ele,; só mais uma réplica no pingue pongue partidário, que nos tem assolado desde que comecei a estar atenta a estes jogos florais, em que os vários contendores se mimoseiam com, exactamente, o mesmo tipo de piropos, voltando-se o boomerang, invariavelmente, contra aquele que o arremessou. E sempre os eleitores se têm iludido com a perícia, balofa, do ùltimo lançador, porque, se não se deixar levar pelo canto da sereia, apercebe-se, necessariamente, de que o vazio está por toda a parte.

Além de que só quem está a viver um delírio pode pensar que " o país vive uma democracia  madura "...

 

                 ( também no Novo Rumo )

publicado às 16:19

Há pouco, Maria de Belém Roseira

por Cristina Ribeiro, em 06.08.09

na Sic-Notícias: " Manter a confiança entre eleitores e eleitos "; mas  de que País das Maravilhas estaria a senhora a falar? Quando se sabe, à saciedade, que a A.R. é uma casa cheia de gente pouco confiável, desacreditada? Num momento em que até já temos acesso às sem-vergonhices que lá abundam, como ficou evidente no Inquérito Parlamentar ao caso BPN?

 

( Publicado também no Novo Rumo )

publicado às 23:06

Falava hoje, no « Novo Rumo »,

por Cristina Ribeiro, em 03.08.09

dos escândalos de corrupção da nossa democracia; leio agora daquele que terá sido um dos primeiros a levantar a lebre, e que, para não variar, continua a modos que envolto numa nebulosa, numa época em que muito se fala de " transparência ". Outros terá havido, antes e depois, que, esses, permaneceram mesmo no total segredo dos deuses; a coisa tem, pois, raízes antigas, que esbarram sempre num muro de ocultismo.

publicado às 17:46

" Amor com amor se paga ",

por Cristina Ribeiro, em 30.07.09

ou todos mentem? Não vou ser eu que vou pôr as mãos no fogo por nenhum: a  mentira anda tão colada aos políticos, e seus acólitos...

publicado às 22:26

" Nova corrida, nova viagem "

por Cristina Ribeiro, em 09.06.09

gritava o homem do carrossel na feira. Qual a diferença entre esse feirante e estes ?

publicado às 21:53

« A Torto e a Direito »

por Cristina Ribeiro, em 30.05.09

...e assim se conclui -mas quem é que não sabia já ? - que a partir ( ? ) dos anos noventa foi um "É fartar Vilanagem " numa sem vergonhice sem precedentes...

publicado às 22:20

Oliveira Costa cansou-se

por Cristina Ribeiro, em 26.05.09

de ser o único acusado nesta história intrincada: cheguei tarde ao embate, mas será este o início do abrir a Caixa de Pandora, ou irão continuar as pressões dos graúdos para que continue fechada? Aposto nesta hipótese: Portugal tem vindo a especializar-se neste esconde-esconde.

publicado às 20:07

Faz hoje 34 anos

por Cristina Ribeiro, em 01.09.08

que Miguel Castelo-Branco passou a abominar politiqueiros.

Não sei ao certo quando é que  comecei a sentir por eles o mesmo desprezo; por certo tenho apenas que a alguns  dei o benefício da dúvida, sei agora que por tempo demasiado, até ao dia em que cheguei à miserável conclusão de que nenhum deles o merecia, porque, como soe dizer-se, "são todos farinha do mesmo saco".Abomino-os também.

publicado às 21:54






Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D

Links

Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas