Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A quadratura de Seguro e Costa

por John Wolf, em 27.05.14

António José Seguro ainda vai prestar bons serviços à nação. Ao obrigar António Costa a respeitar as regras da disputa da liderança do Partido Socialista (PS), Seguro vai arrastar as atenções do país para o palco central da pequena política em Portugal e irá levar à praça pública as feridas internas desse partido, expondo as suas linhas fracturantes. O processo que irá decorrer, mais uma vez, servirá para lançar sangue "velho", os mesmos de sempre. Seguro já fez um longo caminho e não me parece que vá entregar de mão beijada o seu lugar a António Costa. Ainda vamos ouvir coisas feias num tom de voz rouco e porventura rancoroso. Em última instância demonstrará perante os portugueses que o partido é mais importante do que o interesse nacional. Veremos que partido resulta desse estado de alma, se mais forte ou claramente enfraquecido. Enquanto essa novela decorrer, o governo pode avançar paulatinamente na prossecução dos seus objectivos. O povo aprecia estes episódios fratricidas e deixa-se levar na discussão. À medida que a disputa pela liderança agudizar, os velhos compinchas da política socialista serão reabilitados e integrados nos planos. Não se surpreendam com equipas surpresas constituídas por protagonistas como Ferro Rodrigues, Paulo Pedroso, José Sócrates, entre outros velhos conhecidos da praça. A acontecer um Congresso Extraordinário do PS, de extraordinário ou notável pouco terá. Aguardemos então as promessas de António Costa que seguramente se apoiará nos exemplos de obra feita na Câmara Municipal de Lisboa. Mas não me parece que esse modelo possa servir para grande coisa. A autarquia continua deficitária, a cidade ainda longe de um modelo sustentável, embora polvilhada pelo populismo da festa de arromba que continua e continua. E, pelos vistos, o público português deixa-se ir na ilusão do entretenimento. Mais milhão menos milhão para o rio - it´s only rock ´n roll, and I love it...

 

 

publicado às 20:04


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.







Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D

Links

Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas


    subscrever feeds