Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A reestruturação de Seguro

por John Wolf, em 18.03.14

António José Seguro não está à altura dos acontecimentos. António José Seguro não está à altura do país e António José Seguro não estará à altura do Partido Socialista. Mais valia não ter posto os pés em São Bento e gastar três horas do seu tempo. O seu tempo que até poderia ter sido o tempo de todos os portugueses, se o secretário-geral do PS entendesse que o que está em causa não são diferenças insanáveis entre o PS e o Governo. O que está em causa é um país que não se esgota nas instransigências programáticas e orçamentais do Largo do Rato. A hora que está em causa é muito maior do que a sua - é a hora de Portugal. António José Seguro até poderia ter prestado um pequeno serviço à nação, colocando-se na bagagem dos argumentos de Passos Coelho que hoje irá esgrimir-se de razões com Angela Merkel. Deste modo a birrita de Seguro apenas valida a ideia da necessidade de prolongar os efeitos dolorosos da austeridade. Passos Coelho vai confidenciar à Angela Merkel que tentou reestruturar o lider socialista mas que ele não foi na conversa. Seguro ainda não entendeu que regressar aos mercados de um modo limpo ou não é apenas uma parte do berbicacho nacional. Provado que está que serão necessárias várias gerações para alcançar o relativo equilíbrio da dívida e do deficit, significa que a visão política de qualquer candidato tem de integrar um novo modo de pensar. Acabou-se a feira das capelinhas - agora reges tu agora governo eu. A bifurcação radical da política faz parte da velha escola. Por esta e outras razões fica provado que António José Seguro é um político à antiga que quer regressar ao passado. Acontece que quer o presente quer o futuro nunca serão como o passado. Mas não quero matar a esperança dos socialistas. De certeza que na vossa casa deve haver alguém mais competente para ser o timoneiro do partido. Mas Seguro parece não servir para esse posto que por enquanto apenas diz respeito aos socialistas. O problema é que mais tarde pode dizer respeito aos portugueses. E aí será tarde demais.

publicado às 09:36


1 comentário

Imagem de perfil

De Luis Moreira a 18.03.2014 às 23:49

As diferenças insanáveis são entre Seguro e a UE. O problema é que ele ainda não percebeu isso. Basta ver o que se passou com Hollande

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.







Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D

Links

Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas


    subscrever feeds