Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




E tudo o Web Summit levou...

por John Wolf, em 03.11.16

photo.jpg

 

Portugal regozija-se por ser a capital mundial de start-ups durante uns dias de Novembro. Mas não passará disso. Alguém que me responda à seguinte pergunta que poderia ser colocada por um sovina-capitalista-empreendedor-americano": digam-me os nomes de empreendedores estrangeiros e respectivas empresas que existam ou tenham vingado em Portugal? Não conheço. Em plena época de graves dúvidas trumpianas, os Estados Unidos da América continua a ser o porto seguro para uma arraia alargada de inventores, génios e empreendedores norte-americanos, mas nascidos "lá fora". Portugal é a antitese dessa realidade. E porquê? Porque a dimensão anónima não existe. Voltámos à mesma questão. É preciso conhecer gente dentro do aparelho. É preciso fazer parte da estrutura de poder. É preciso alavancar o esforço com prémios, estímulos e fotocópias. Faço-me entender? Como descendente de imigrantes alemães que chegaram aos States em 1848, sei do que falo quando refiro o elemento dinâmico da criação e do empreendedorismo. Não houve facilidades, mas também não houve dificuldades acrescidas resultantes da não pertença à textura "nativa". A influência faz-se pelo mérito das ideias, da força dos projectos. Enquanto Portugal não entender esse movimento pendular, de nada serve receber 50.000 empreendedores. Isso não será suficiente para realizar a ignição ou mudar a mentalidade local que não está muito receptiva a incursões excêntricas. A não ser que sejam mercearias de indianos que sempre dão muito jeito quando faltam bananas lá em casa. Não sei se me faço entender. Os mais bem sucedidos de Portugal até poderiam ter nascido em Madagascar ao lado de uma colónia de macacos. Web Summit? Muito bonito. Para inglês ver.

 

(O link inserido no post é 1000 vezes mais importante do que o meu texto. A ler...)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:36


3 comentários

Sem imagem de perfil

De gty a 03.11.2016 às 17:00

Vasco Pulido Valente explica, mas basta um olhar atento: em Portugal, a classe média - onde seria mais comum que nascessem os inventores de agora - é uma criação do estado e vive à custa dele. As crianças não são educadas para o risco  - algo que Portugal não percebe bem - mas para a segurança do funcionalismo público.
Sem imagem de perfil

De Lyne a 07.11.2016 às 12:00

<div paragraphname="paragraph0" style="color: rgb(85, 85, 85); font-family: "Segoe UI", Tahoma, Helvetica, sans-serif; font-size: 13px;"><span id="noHighlight_0.055956818689156806">Olá</span></div><br style="color: rgb(85, 85, 85); font-family: "Segoe UI", Tahoma, Helvetica, sans-serif; font-size: 13px;"><div paragraphname="paragraph2" style="color: rgb(85, 85, 85); font-family: "Segoe UI", Tahoma, Helvetica, sans-serif; font-size: 13px;"><span id="noHighlight_0.5797067789054273">Somos um grupo de operadores económicos. Entretanto, nós somos um sócio em instituições financeiras bancárias.</span></div><div paragraphname="paragraph3" style="color: rgb(85, 85, 85); font-family: "Segoe UI", Tahoma, Helvetica, sans-serif; font-size: 13px;"><span id="noHighlight_0.23111248470709933">Após a crise financeira que ameaça economias contemporâneas, a taxa de desemprego que continua a aumentar em nossas nações, seguindo as compras de energia doméstica que continua a diminuir, em parceria com meus banqueiros decidida conceder empréstimos a curtos, médio e longo prazos para pessoas honestas, que apesar de seus rendimentos mensais estão lutando para satisfazer suas necessidades básicas. Nossa taxa de juros de crédito varia de 2% a 4% sobre o total do empréstimo e as condições do empréstimo são muito simples. Obtêm-se empréstimos solicitados no prazo de 48 horas a 72 horas após a apresentação. Se você está precisando de dinheiro, estamos dispostos a tornar-te uma quantidade excepcional de empréstimo deve ser entre € 1.000 e € 100.000.000.</span></div><div paragraphname="paragraph4" style="color: rgb(85, 85, 85); font-family: "Segoe UI", Tahoma, Helvetica, sans-serif; font-size: 13px;"><span id="noHighlight_0.6442797428844653">Por favor, contacte-nos para seu pedido: lyne.marie39@gmail.com</span></div><br style="color: rgb(85, 85, 85); font-family: "Segoe UI", Tahoma, Helvetica, sans-serif; font-size: 13px;"><div paragraphname="paragraph6" style="color: rgb(85, 85, 85); font-family: "Segoe UI", Tahoma, Helvetica, sans-serif; font-size: 13px;"><span id="noHighlight_0.47765849978918906">NB: Proibido de golpistas ou clientes desonestos.</span></div>
Sem imagem de perfil

De Rick a 08.11.2016 às 11:02

Acho que isto no fim de contas trata-se de mais uma "jogada" de promoção do turismo(pena que poucas coisas funcionem devidamente na cidade a começar pelos transportes,os taxistas agradecem muito...até domingo,além do sr Medina/meca que agora cavalga nas taxas municipais)camuflada de "web-não sei das quantas-summit".

Comentar post







Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

Links

Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas