Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Farto de impostos!!!

por Manuel Sousa Dias, em 02.06.14
NUMA REPARTIÇÃO DE FINANÇAS

-Boa tarde!
-Boa tarde!! Então diga lá, caro contribuinte....
-Olhe, recebi em casa uma notificaçào que solicita a minha comparência na repartição de finanças para, cito, "clarificação sobre despesas efectuadas no passado mês de Dezembro"... a notificação que recebi tem o número 375336753763...
-Hummm......763!!... O senhor apresentou no passado mês de Dezembro uma factura de 100€ referente à compra de diversos fardos de palha!...
-Sim, de facto comprei 20 fardos de palha no valor de 100€ e resolvi apresentar a factura para ver se me sai o Audi!
O funcionário olha por cima dos óculos na ponta do nariz:
-E para que efeito se deveu a compra de 20 fardos de palha?
-Bem, é que eu tenho uma quintarola nos arredores na qual tenho um burro, o Tó-Zé. A palha é para o Tó-Zé!!
O funcionário continua a teclar no computador.
-Hummm... o sistema não tem aqui a informação de que o senhor contribuinte tem um burro. Ele está registado? Tem o boletim de vacinas em dia? Quando é que foi a última visita do veterinário? As instalações do burro estão em conformidade com as normas 7395 da União Europeia para burros?
-Olhe, tenho todas essas burocracias resolvidas, está tudo em ordem!...
-Ó Veloso, a entrega do modelo 35 do Equus Africanus Asinus, subespécie de mamíferos perissodáctilos - asno, burro, jumento, jerico ou asno doméstico, implica o pagamento de sobretaxas adicionais?
O Veloso:
-Epá, entras no computador na janela que diz Asinus e escreves "sim" no espaço que diz modelo 35!!...
-Ok!! Ok!! Obrigado!! Hummmm... Taurus... Capra aegagrus... Hummmm... Galus domesticus... Hummm... ...Asinus!!! Ora cá está ele!! Diga-me cá uma coisa... hummmm... O seu burro pagou o Imposto Único de Circulação? É que não me está a aparecer no sistema!!
-Não, mas o burro não circula nem sai à rua... Aliás, eu não o monto, ele não é utilizado como veículo! Nós limitamo-nos a olhar pró bicho!!
-Ó meu amigo, se o burro existe é natural que circule, nem que seja dentro da sua propriedade! Não me diga que tem o burro permanentemente confinado a um espaço fechado!! Isso pode ser considerado maus tratos e já é desde sexta-feira passada punível com pena de prisão!...
-Não, não!! O burro circula dentro da minha propriedade!!! E é um burro feliz... E adaptado!! O meu Tó-Zé é um burro muito feliz!! Dá uns zurros muito... muito alegres, pois!!!
-Ok, se circula, quem garante que um dia o burro não possa saltar da sua propriedade para a via pública e, sei lá, dar um coice mortal numa criança inocente? Não íamos querer que o burro matasse uma criança sem ter em ordem o Imposto Único de Circulação, pois não, contribuinte?
-Claro que não, claro que não - diz o contribuinte com ar preocupado. -Vamos lá pagar isso! E quanto é?
-Não é muito, 200 euros, que pode pagar também com os 150 euros do Imposto de Emissão de Gases de Estufa!!
-O quê??? Agora está a gozar comigo!
-Ó meu amigo, o seu burro deita metano pelo, digamos... pelo escape!... Por outras palavras, o seu burro peida-se!...
-Também eu me peido, também o senhor se peida e não pagamos imposto por isso!!! Era só o que faltava!!! Um imposto sobre os peidos do meu Tó-Zé. Está tudo doido??
O funcionário continua mergulhado no computador.
-... tem também a Sobretaxa Adicional de Esgotos.... Hummmm..... 135 euros!!!
-O quê??
-Os dejectos do seu burro são uma sobrecarga nos esgotos do município da sua área de residência. Já pensou o que seria se cada cidadão tivesse um burro a debitar dejectos para as infra-estruturas do municipio? Isso é que era bonito!!! Ficávamos todos enterrados de bosta com os esgotos entupidos!!
-Bem... - diz o contribuinte com ar triunfante - ... esse imposto então não preciso pagar porque eu coloco a bosta toda no meu terreno. Não só fertilizo a terra como não sobrecarrego a rede de esgotos! E é ecológico!!
-Mas tem licença especial para fertilizar a sua terra com a sua bosta, isto é, com a bosta do seu burro? Declarou a existência dessa bosta à junta de freguesia? E fez os seus vizinhos assinar uma folha em como concordam com essa situação? Ó amigo, eu acho que é mais fácil e mais barato para si pagar a Sobretaxa Adicional de Esgotos e não pensar mais neste assunto...
-Ok, ok... - diz o contribuinte cada vez mais desanimado... - Está tudo? Posso ir pagar à caixa?
-Há ainda o Complemento Solidário De Combate à Extinção do Burro de Miranda, 350 euros,
-Ahhh!! Esse, desculpe, não pago mesmo!! Eu devia era receber um subsídio do Estado!! O meu Tó-Zé é um Burro de Miranda. Comprei-o precisamente para proteger a espécie em extinção e...
-Ui, esqueça isso!! É melhor o meu amigo dizer que o seu burro é um outro burro que não um Burro de Miranda, senão vai comprar uma grande guerra! É que se a Associação Para o Estudo e Protecção do Gado Asinino descobre que o senhor tem em cativeiro um animal em extinção arranja-lhe aí um enorme trinta e um com o Ministério do Ambiente, a QUERCUS e a APAJTMSS!!
-APAJTMSS???
-A Associação Portuguesa de Apoio a Asnos Trangéneros e outras Merdas Supostamente Sustentáveis.
-Pôrra!!! Não, não!! O Tó-Zé é um Burro de... ehhhh... é um burro de Odivelas... O chamado burrus vulgaris de odivelus. Eu é que o pintei da côr de um Burro de Miranda e kitei-o também com umas ferraduras em liga leve!! Bolas!! Já estou irritado!!! É só impostos!!! É tudo?? Por favor???
-Ó meu amigo, voltando ao início, ainda temos aqui esta factura de Dezembro em como adquiriu 20 fardos de palha, certo??
-Sim, claro!!
-É que ficou por pagar o Imposto PDCAP!! 35% do valor da factura!!... E quanto a isto eu não posso mesmo fazer nada...
-Imposto PDCAP? Mas que raio é o PDCAP??
-Ó meu amigo, isto é o chamado Imposto Por Dá Cá Aquela Palha.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:02


2 comentários

Sem imagem de perfil

De José Domingos a 02.06.2014 às 19:08


De facto, em Portugal é assim. O zé pagante, tem que sustentar a máquina do nosso ( deles ) estado de direito ( o que quer que isso seja ). Desde o 25a, os número de funcionários públicos, triplicou.
Essa malta tem que ser paga.
Sem imagem de perfil

De zedeportugal a 04.06.2014 às 00:18

E muita sorte o gajo não se ter lembrado de implicar por causa do IMI da quintarola... Image

Comentar post







Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

Links

Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas