Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Soares dá mais umas passas

por John Wolf, em 04.01.15

CIGARETTE_2696249b

 

Quem é Mário Soares? É esta a pergunta que deve ser colocada para estabelecer os limites da sua actuação. O ex-primeiro-ministro do governo de Portugal e ex-presidente da República Portuguesa é, para todos os efeitos legais, um mero cidadão igual a tantos outros. Se fosse socialista ter-se-ia apercebido dessa contingência de igualdade, liberdade e fraternidade. Mas não é esse o caso, julga que é maior que os demais. Pensa que ainda manda como mandou, e mal, durante décadas. Continua na política como quem joga à sueca, à bisca. Desafia Cavaco Silva a fazer isto e aquilo. Vilipendia a Justiça em Portugal ao declarar a inocência imaculada de José Sócrates e ao lançar suspeições sobre o sistema nacional de justiça. Não existem provas contra José Sócrates? E contra si? Não vos parece estranho que tantos camaradas tenham logo acorrido a Évora para abraçar o amigo. Pois. E durante a duração do encosto dos lábios à orelha houve tempo mais que suficiente para avisar o recluso para eventualmente não envolver mais gente na confusão. Se Sócrates dispusesse de armas de arremesso que envolvessem outras forças políticas, decerto que as utilizaria. Se o caso é político, como solenemente afirma, já teria arrastado colegas de outros partidos para a mesma vitrine da prevaricação, mas o homem não tem nada na mão. E Sócrates apenas tem amigos socialistas? Não aparece lá alguém do PCP, do PSD, do BE, dos Verdes ou do CDS? Pensava que a amizade nada tinha a ver com a cor da pele, da bandeira de um partido. Acho muito bem que comecem a distribuir multas àqueles que decidem interferir nas investigações, nos trâmites legais. Soares também se está a pôr a jeito para ser autuado.

publicado às 13:57


5 comentários

Sem imagem de perfil

De Makiavel a 04.01.2015 às 15:24

Que blog mais pífio!
Primeiro: Mário Soares não é um cidadão igual aos outros. Foi primeiro-ministro, presidente da república e (agora manifestando a minha opinião) um dos fundadores da democracia parlamentar portuguesa e um dos defensores primeiros da aproximação de Portugal ao modelo político europeu, em épocas conturbadas de experiências de socialismo à portuguesa e democracias populares afro-latino-americanas. Bem podem os (actuais e de sempre) detractores de Mário Soares tentar menorizá-lo, mas ou caem na deselegância e falta de argumentos que a referência à sua actual idade mostram, ou em insinuações torpes acerca da sua honorabilidade. A catadupa de comentários sobre a pessoa de Mário Soares demonstram que ele não é um português igual aos outros, mas com isso não se coloca acima da lei (abaixo dela é que também não).
Segundo: é manifestamente ridículo vir clamar contra o suposto condicionamento da justiça e o seu vilipendiamento (passo o neologismo) com as declarações inflamadas que faz à porta do EP de Évora. Comparadas com os títulos, insinuações, meias verdades e rotundas mentiras que o correio da manha vem lançando diariamente há vários anos, as declarações de MS não passam de desabafos de quem acha que este processo está profundamente desequilibrado e inquinado desde o seu início.
Será que vilipendia mais a justiça quando "declara a inocência imaculada de José Sócrates" do que aqueles que declaram a sua culpabilidade sem remissão, como parece ser o seu caso? Quem colocou este caso na praça pública fê-lo com o propósito de levar o julgamento para esse terreno, apostando na desigualdade de armas. Enganaram-se no visado, se pensava que ia ficar calado.
Sem imagem de perfil

De João Carlos Reis a 05.01.2015 às 02:47

Prezado Makiavel,
efectivamente o Mário Soares não é um cidadão igual aos outros... é apenas e tão só um dos piores que infelizmente Portugal já produziu ao longo da sua História.
Além de ter intitucionalizado o compadrio e a corrupção em Portugal logo no seu primeiro governo constitucional, aconselho-o a ler os "mimos" (registados na imprensa nacional e estrangeira) com que ele brindou os Portugueses nos primeiros anos da década de 80 do século passado quando os seus actos governativos levaram a que Portugal tivesse que pedir, pela segunda vez em democracia, auxílio finaceiro externo... isto para já não falar na opinião que ele tinha da então C.E.E. antes de pedir a entrada do nosso país nessa Comunidade...
Como escreveu o sr. António, eu apenas tenho respeito pela sua idade, não por alguma coisa que alguma vez tenha feito em benefício do País, algo que nunca fez...
Sem imagem de perfil

De Makiavel a 05.01.2015 às 14:27

É a sua opinião.
Apenas uma correcção, a bem da verdade: o FMI foi chamado em 83 pelo governo de Mário Soares e Mota Pinto, na sequência da governação da maioria anterior (PSD-CDS-PPM). Não é por se repetir uma mentira que ela passa a ser verdade.
Quanto à posição dele acerca da CEE na altura, a história desmente a sua afirmação. Foi um governo liderado por ele que iniciou o pedido de adesão à CEE. Os eurocépticos da altura andavam pelo PSD e CDS (já para não falar no ainda eurocéptico PCP)
Sem imagem de perfil

De João Pedro a 06.01.2015 às 15:42

Está-se a esquecer que o FMI já tinha vindo antes, em 1977. De quem eram as responsabilidades, então? Quanto aos seus comentários acima, ao achar que MS está acima dos outros apenas ajuda a desmentir a ideia da "ética republicana", uma belíssima treta. De resto, não são os outros que põem em causa a honorabilidade de MS, mas o próprio, que já disse que Cavaco devia ser derrubado na rua, julgado, que "por menos do que ele tinha feito D. Carlos tinha sido assassinado", etc, além de que desconhece o princípio de separação dos poderes e o conceito de prisão preventiva. Se ninguém lhe pôs um processo em cima é porque as palavras dele são de alguém que nitidamente não sabe o que diz.
Sem imagem de perfil

De Makiavel a 06.01.2015 às 21:51

Para fim de conversa, pode-me dizer em que parte do meu post é que eu digo que MS está acima dos outros? Não ponha palavras no meu texto que eu não escrevi. Se quer concluir nesse sentido, a responsabilidade é sua, mas eu não disse que ele estava acima dos outros. O que me parece é que anda por aqui muita gente que o acha abaixo dos outros.

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.







Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D

Links

Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas


    subscrever feeds