Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



São mesmo zeros à Esquerda

por John Wolf, em 11.03.16

150782947_8be1e170fd.jpg

 

HahahahahahahahahahahHarvard! São estes indivíduos que têm o destino de Portugal nas mãos? Deixem-me rir. Não sei se isto é trágico ou cómico. António Costa e a sua equipa não têm a mínima ideia de como tratar das suas próprias casas, quando muito as dos outros. Todos estes sujeitos passivos têm provavelmente uma média de idade de 50 anos, mas não conseguiram juntar um pé de meia do que quer que seja. Foi chapa ganha, chapa gasta. O que Mário Centeno fez ao seu dinheiro dá vontade de rir - 33 euros em acções do Benfica. Depois a grande maioria destes peritos têm grande fé em depósitos a prazo. Ou seja, estão dispostos a perder dinheiro (taxas de juro negativas? Dah!!). As suas decisões de "poupança" e "investimento" não serviram para nada. E isto é extremamente grave. Não têm noção da economia real, dos mercados. Não conseguem ter uma visão do mundo. Mas o mais curioso é julgarem-se espertos. Se fossem inteligentes, bastar-lhes-ia terem escolhido índices, na forma de Exchange Traded Funds, para se deixarem estar e crescer. Na qualidade de sujeitos monetários passivos teriam feito melhor figura, mas não. São descrentes. Não acreditam no crescimento económico e nas virtudes sãs do capitalismo. Se tivessem milhões não estariam aqui. Agora entendo porque querem ser deputados e chegar ao governo. Não têm profissão digna desse nome. Não são capazes de ser produtivos e gerar rendimentos. E a política é perfeita. O governo funciona como um programa de novas oportunidades. Basta marcar presença. Nem é preciso ser competente. Ao fim do mês pinga o tal salário, e ainda, como bónus pelo magnífico desempenho, levam para casa uma pensão vitalícia. Para fechar, seleccionei este poema do artigo do jornal Observador:

 

 

"As dívidas de Ana Paula

Vitorino

são preocupantes

porque

mesmo que tenham

as melhores condições do mercado

as prestações absorvem

cerca de 50%

do seu

rendimento mensal líquido

de ministra" 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:02

A purga tem um nome

por Pedro Quartin Graça, em 18.04.11

A purga continua a existir. E, no PS, reaparece com todo o seu esplendor. A vítima tem um nome: Ana Paula Vitorino. Foi excluída das listas e de todos os órgãos dirigentes do Partido Socialista.Pagou o preço de dizer "não". Ainda há pessoas assim.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:42






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

Links

Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas