Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Dobre!

por Samuel de Paiva Pires, em 27.10.09

 

(Palácio Presidencial)

 

Excelente conferência, com oradores de luxo, e pitoresca e engraçada a cidade de Bratislava. Nada como nos dois filmes que todos os visitantes da Eslováquia têm como referência, Hostel e Eurotrip. Moderna, desenvolvida, limpa e cuidada. Mas será o Soska quem melhor poderá elucidar os leitores sobre a cidade, tendo em conta que eu só lá passei 5 dias e que ele viveu lá durante algum tempo. No fim de semana conto deixar por aqui um artigo sobre a conferência e temáticas relacionadas com a agenda actual da NATO.

 

(vista sobre o Danúbio e Novy Most - Ponte Nova)

publicado às 00:13

Vou ali e já volto

por Samuel de Paiva Pires, em 20.10.09

 

High-profile persons of world politics will attend one of the biggest international security conferences in the history of Slovakia. Bratislava will welcome several defence ministers, permanent representatives to NATO, U. S. Assistant Secretary of Defense, advisor to the Russian president and well-known analysts and experts both from Europe and America.

Among others, one of the most awaited keynote speakers will be the new Secretary General of NATO Mr. Anders Fogh Rasmussen who – during one of his first public appearances – is expected to deliver his vision on the future of the Alliance. The interactive panel discussions of the conference will be chaired by experienced journalists from The Financial Times and The Economist.

The international security conference entitled „New Challenges – Better Capabilities“ is organized as the accompanying event of the October NATO Defence Ministers Meeting in Bratislava. During the two-day conference, participants from more than 30 countries will discuss key security problems of nowadays. The question of the future of NATO – Russian relations, the impact of the economic crisis on defence budgets as well as cyber defence will be touched upon in the course of the respective conference panels. The focal point of the conference will represent the currently prepared new Strategic Concept of the Alliance, on formation which Slovakia is involved for the first time.

The two-day event is organized by the Slovak Atlantic Commission in cooperation with the Ministry of Defence of the Slovak Republic, Ministry of Foreign Affairs of the Slovak Republic and NATO Public Diplomacy Division and will be held in the historical building of the National Council of the Slovak Republic in Bratislava.

Bratislava, October 12, 2009
Slovak Atlantic Commission
More information at www.ncbc.sk

publicado às 00:00

1 Ano

por Paulo Soska Oliveira, em 08.02.09

A 8 de Fevereiro de 2008 rumava  Bratislava.
Decidido a mudar de vida, mudar de ares e pelos amores.

Um ano...

Um ano que começou bem, que a meio se revelou ser o pior da minha vida, mas que de novo em boas graças findou.

Agora por Varsóvia. Ansioso por saber o que o futuro (me) nos reserva.

Que venha o próximo 8/Fev.

publicado às 14:43

Devín

por Paulo Soska Oliveira, em 13.06.08




O Castelo de Devín (eslovaco: hrad Devín ou Devínsky hrad, alemão: Burg Theben) é um castelo situado em Devín, uma parte de Bratislava.
Graças à sua posição estratégica, o precipício (altitude de 212 metros) na confluência dos rios Danúbio e Morava, sempre foi considerado como local ideal para uma fortificação. O seu detentor encontrava-se dessa forma apto a controlar a importante rota comercial ao longo do Danúbio, assim como um ramo Rota do Âmbar.

Não é pois de estranhar que o local tenha sido habitado desde o Neolítico e fortificada desde as Idades do Bronze e .Já mais tarde, quer os Celtas, quer os Romanos aí construiram.Dever-se-á notar que a primeira igreja cristã situada a norte do Danúbio foi identificada precisamente neste sítio.
Enquanto castelo eslavo, construído no século VIII, desempenhou um papel crucial durante as guerras frequentes entre a Grande Morávia e os Francos. As frequentes teorias de que o Castelo de Devín tomara o centro do Império de Samo não foram ainda provadas.

O nome do castelo (Dowina - a partir do eslavo/eslovaco "Deva" para menina) foi mencionado pela primeira vez em materiais escritos em 864, aquando das campanhas de Luís, o Germânico, numa das quais terá cercado o Principe Rastislav no "Castelo de Dowina".

Durante o período de ouro da Grande Morávia, terá sido construída uma igreja no interior do complexo. O seu estilo único terá sido inspirado em igrejas similares da Macedónia Bizantina, de onde os Santos Constantino e Metódio partiram em direcção à Grande Morávia. No séc. XIII foi contruído um castelo medieval, em pedra, para proteger a fronteira ocidental do Reino da Hungria, sendo algumas as referências ao "Castelanus de Devin" em 1320. Foi adicionado um palácio no séx. XV.

A fortificação foi reforçada durante as guerras contra o Império Otomano.O Castelo nunca foi tomado, mas após a inclusão do Reino da Hungria na Casa de Habsburgo e a derradeira derrota dos Otomanos, perdeu a sua importância estratégica e nunca mais foi utilizado como ponto militar.

Os últimos proprietários do Castelo foram os Condes de Pálffy. Apenas em 1809, após o Cerco de Bratislava, o castelo foi efectivamente destruído pelas forças de Napoleão I, aquando da sua retirada.
Ainda assim, o Castelo tornou-se desde o século XIX, um importante símbolo nacional para os eslovacos. Encontra-se representado na moeda de 50 Halierov (meia coroa). Os húngaros consideram-no como o bastião ocidental do seu Reino.
No seu sopé encontra-se um monumento aos assassinados a tentar atravessar a fronteira a nado durante o regime comunista.

publicado às 11:19

o Ocidente aqui tão perto...

por Paulo Soska Oliveira, em 13.06.08




Fronteira "florestal" Bratislava-Kittsee

publicado às 11:10

Presburgo

por Paulo Soska Oliveira, em 04.06.08

Bratislava é a capital e principal cidade da Eslováquia. Até 1919, Preßburg.
Em húngaro até aos nossos dias chama-se Pozsony.

A cidade situa-se no sudoeste do país, perto das fronteiras austríaca (1,5 km para a Áustria, 60 km para Viena), húngara (5km, 60 km de Györ e 180 de Budapeste) e checa (75 km, 300 para Praga).

Com 427 mil habitantes, é a maior cidade do país.
Apesar dos eslovacos se queixarem do trânsito, este é virtualmente inexistente na cidade, apesar de ocorrerem ligeiros engarrafamentos nas horas de ponta na entrada e saída da cidade. Qualquer Av. de Berna ou Av. da República as 9 da manhã estão mais paradas do que Bratislava :)

Até agora, tem estado um calor húmido infernal, capaz de deixar qualquer Alentejano (mesmo que adoptado, como eu) de rastos, com as camisas a colarem-se ao corpo no fim do dia.
Durante os próximos dias irei colocar, além de fotos, singelas descrições do que vale a pena cá visitar.
Já agora, na foto acima é possível vislumbrar a parte velha, não socialista, de Bratislava, com especial destaque para o seu castelo.

publicado às 10:34






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

Links

Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas