Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A piada do dia

por Samuel de Paiva Pires, em 21.11.13

Pedro Silva Pereira:

 

«Acontece que isso é absolutamente falso: ao longo dos seis anos em que fui ministro da Presidência, nem eu, nem o meu Gabinete, tivemos qualquer ligação com o blogue Câmara Corporativa. Aliás, posso garantir que só já quase no final do Governo é que vim a saber quem era o autor desse blogue e apenas porque um senhor me encontrou num supermercado e me veio dizer: 'Eu é que sou o Miguel Abrantes, do blogue Câmara Corporativa'. Não sabia quem era, não o conhecia e nunca o tinha visto antes.»

publicado às 16:56

"Abrantes II, o Regresso"

por Carlos Santos, em 25.07.12

Aparentemente, os velhos Abrantes querem retomar o casarão abandonado. O que gerou três reacções comoventes: a do Novo Abrantes, a do albergue que nunca deixou de ter Abrantes, e a dos órfãos do silêncio corporativo, que agora se regozijam com laudes e afiar de facas!

Eu, que nada tenho a ver com nenhuns, aconselho o público a sentar-se e a apreciar o triste espectáculo da baixa política lusa que todos prometem. Será kitsch, como qualquer sequela. Mas os filmes de Verão nunca foram grande coisa.

publicado às 15:42

Coisinhas simples*

por Samuel de Paiva Pires, em 22.05.12

André Azevedo Alves: «Máximas para um país onde não faltam rastejantes: Mudam-se os tempos, mudam-se os abrantes.»

 

*título roubado ao 31 da Armada

 

Leitura complementar: "Ser de esquerda é, como ser de direita..."Lembrei-me dela hoje, Miguel RelvasUm sítio mal frequentado, já dizia EçaBom dia, Portugal!; A direita hipócrita e Miguel RelvasA Crónica Hipocrisia da Direita InstaladaUma oportunidade para Passos CoelhoA improvável demissão de Miguel Relvas e a fragilização da posição de Pedro Passos CoelhoO caso Miguel Relvas e a crónica hipocrisia da direita instalada (num sítio mal frequentado) ; O caso Miguel Relvas e a opção pela auto-descredibilização; Passos Coelho em defesa de Miguel Relvas; A mediática telenovela de Miguel Relvas (3); Já os vi com mais pressa e com menos deferência pela ERC; Para diminuir o controle ilegítimo directo e indirecto sobre os meios de comunicação social; Pântano; Um verdadeiro espírito livre; Foi preciso mudar o governo mas (finalmente) chegaram lá; Já perceberam, agora, por quê?; A ocasião...; Os telefonemas de governantes para as redacções;

publicado às 10:00

Ouvido no elevador*

por Samuel de Paiva Pires, em 21.05.12

"A malta do 31 podia aprender umas coisas com os Abrantes. Com quase 1 ano de governo ainda parecem amadores."

 

*título roubado ao 31 da Armada

publicado às 18:04

Carneirismo

por Samuel de Paiva Pires, em 01.10.10

Os socretinos abrantes corporativos (pagos pelo erário público, note-se) decidiram, agora, armar-se em sociólogos. Vai daí produziram esta bela prosa que dá vontade de regurgitar e envergonha qualquer cientista social ou político digno dessa qualificação. O autismo e seguidismo fazem escola neste mesquinho e provinciano cantinho da velha e enferma Europa.

publicado às 22:20






Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D

Links

Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas