Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Desgarrados

por José Maria Barcia, em 05.02.13

Vivemos em Portugal. Um país democrático. De vez em quando há eleições. Existem instituições que suportam o regime livre e impedem (algumas) tiranias. E o tempo. Bom tempo até no Inverno. Tudo coisas boas, principalmente o tempo.

 

E depois há o resto. E esse resto faz pessoas, como eu, de quererem emigrar.

Não falo da política de austeridade ou de governantes incompetentes e corruptos. Antes de um Relvas, um Sócrates, um Jorge Coelho, que usam e abusam do poder público que lhes foi dado para benefício próprio, quer tenha sido em negócios dúbios ou em melhoramentos académicos – e negócios dúbios, ó Miguel – que um Salazar.

 

Antes as falhas de uma democracia à perfeição de uma ditadura. Viverei de bom grado com deputados que não me representam por manifesta incapacidade minha de tentar perceber por que raio foram eles escolhidos, a habitar num país governado pelo próximo D. Sebastião que apareça prometendo o fim da balbúrdia. Confusão democrática acima de um “arrumar da casa” que nunca deu bons resultados. Com estes e estas que fazem um mal trabalhar a governar o meu país, no máximo, só tenho que esperar para os tirar de lá com votos e não com armas.

 

Democracia…sei lá, fica bem com o país.

 

O meu problema passa, em larga escala, a classe política. O meu problema é com a sociedade civil. Essa que é vista como a salvação do país face à crise. Essa que é vista como D. Sebastião a regressar do nevoeiro. Não se pode partir do princípio que esta é infalível, como não se pode partir do princípio que o privado é qualitativamente superior ao público. Note-se que não pretendo defender o sector público – este tem falhar e são falhas de todos – mas o privado não pode, nunca, ser consideradoperfeito. Aliás, é esta a concepção de perfeição que pode atingir patamares perigosos. Veja-se o exemplo dos julgamentos em praça pública. Qualquer capa de jornal mais sensacionalista provoca nas massas um veredicto sem julgamento. É mais difícil viver com uma sociedade que se move pela pequenez de espírito que pagar impostos injustificados, tolerar Relvas e companhia ou simplesmente ser governando por quem não merece esse posto.

 

 

Portugal é um óptimo país. É fantástico ser turista em Portugal. Mas cada dia que passa torna-se mais complicado ser português e viver por cá.

 

Crónica Clique

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:45





Posts recentes


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

Links

Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas


    subscrever feeds