Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Exposição "Das Partes do Sião"

por Pedro Quartin Graça, em 06.12.11

EXPOSIÇÃO | 7 Dezembro | 18h00 | Sala de Exposições da Biblioteca Nacional- Piso 3 | Entrada livre | até 18 Fevereiro 2012

 

No presente ano de 2011 decorrem 500 anos sobre a data (Julho de 1511) do envio por Afonso de Albuquerque da primeira missão diplomática portuguesa ao reino do Sião. Um aniversário que se comemora em Portugal e na Tailândia com um conjunto de iniciativas de carácter cultural que pretendem marcar uma duração e continuidade únicas no quadro das relações de Portugal com os estados da Ásia.

A Biblioteca Nacional de Portugal, em colaboração com o Instituto do Oriente (ISCSP, Universidade Técnica de Lisboa,) associa-se a estas comemorações, organizando uma exposição documental e bibliográfica que reúne pela primeira vez os monumentos portugueses originais mais significativos para compreensão desta excepcional relação.

Presente n’Os Lusíadas de Luís de Camões, na Peregrinação de Fernão Mendes Pinto, nas Décadas de Barros, nas Lendas de Gaspar Correia, na cartografia de Fernão Vaz Dourado, nas cartas de Afonso de Albuquerque, na documentação setecentista do antigo estabelecimento português de Bangkok, na documentação diplomática e tratados oitocentistas, o Sião visto de Portugal estará bem presente nesta exposição que também inclui rara iconografia da feitoria portuguesa de Bangkok e das visitas de Estado dos reis Chulalongkorn (1897) e Bumibhol (1960 ).

Organizado em torno de núcleos fundamentais – a visão quinhentista do Sião e as primeiras iniciativas diplomáticas; o estabelecimento português de Ayhuttaya e as missões; o período de Bangkok e os notáveis luso-siameses; os grandes tratados oitocentistas; as visitas reais a Portugal nos séculos XIX e XX; a historiografia portuguesa e a Tailândia – o percurso expositivo pretende, assim, ilustrar a continuidade dessa secular relação nas suas vertentes geográficas, literárias, sociais, religiosas, artísticas, comerciais, diplomáticas e historiográficas.

publicado às 15:20






Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D

Links

Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas