Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




TVI: o canal do Panamá

por John Wolf, em 04.04.16

79298_main.jpg

 

O socialista João Cravinho deveria ter vergonha na cara. Quem protege? O modo como relativiza o escândalo The Panama Papers traz água no bico. Ao vivo e a cores na TVI tenta embrenhar o espectador mais incauto numa salada de condições técnicas, como se para afastar os holofotes de visados mais específicos. Traduzindo por miúdos, defende que a prática é comum e disseminada por esse mundo fora. Refere a legislação referente a offshores. Por outro lado, os jornalistas da praça deveriam aproveitar o élan para deixar de ser crianças, chamar nomes ao Correio da Manhã e passar ao ataque. Quero ver essa lista completa e não me contento com um Idalécio apenas. Venha de lá essa lavagem a jacto para pôr isto a limpo. Com consequências, claro está.

publicado às 20:14


3 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 05.04.2016 às 10:37

Se tivesse lido com atenção e entendesse na totalidade o projecto lei que o dito Cravinho apresentou em boa hora, não escreveria estas barbaridades. Protegido não é, nem nunca foi com certeza , inclusive pelos seus comparsas de partido. Diria que até foi discretamente afastado das lides partidárias, tal o desconforto causado com este projecto lei e as ideias associadas. O que disse ao vivo e a cores na TVI, só é novidade para quem viva desligado da realidade do mundo em que vivemos. Mas gente desligada é o que não falta neste pedaço de terra mal frequentado.
Imagem de perfil

De John Wolf a 05.04.2016 às 10:53

Em primeiro lugar não me escondo atrás do estatuto de "anónimo" ( nem sequer assina o comentário com o seu nome) - será uma offshore de identidade? Em segundo lugar, não conheço o sucesso da iniciativa legislativa de Cravinho que não parece mais ser do que um artefacto para "inglês ver" (não sou britânico). Em terceiro lugar, na sua entrevista na TVI, deixou passar que nem todas as offshores são ilegais, e apenas quando "forçado" pelo jornalista afirmou que o terramoto seria inevitável, que cabeças haveriam de rolar. João Cravinho está há uma vida na política como campeão da anti-corrupção, mas não serviu de grande coisa.
Assinado,
John Wolf
Sem imagem de perfil

De carlos rodrigues a 05.04.2016 às 11:09

Julgo que não ouviu bem as declarações do João Cravinho; de contrário teria percebido que este se insurgiu contra as Diretivas Europeias que a própria Europa já entortou dando estatuto especial ao Luxemburgo e Áustria. E favorecendo empresas fantasma que sirvam para esconder património pessoal. Foi isto que ele disse.. Mas disse mais, disse que se o dinheiro é escondido em off shores é porque há alguma coisa que não é muito clara e, daí, pouco legal. Se isto é proteger interesses, então estou curioso para ouvir os que estão na lista...

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.







Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D

Links

Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas


    subscrever feeds